Primeiramente, devemos definir o que almejamos, o que esperamos de nosso futuro cão.
Posteriormente, baseado no que se necessita, define-se a raça.
Após a definição da raça, deve-se considerar a viabilidade em manter este cão no aspecto espaço/exercício e dedicação oferecida ao mesmo.
A partir deste início, o fundamental é estudar mais profundamente a raça escolhida e iniciar visita aos criadores. Sugiro visitar o número maior possível de canis, bem como a conduta profissional de cada criador, procedência dos cães, e objetivos a serem alcançados pelo criador.
Após estudo e visitas, sua mente estará mais preparada para esclarecer suas expectativas, baseado no que foi visto, e será o momento de definir a melhor qualidade junto ao que mais lhe atrai em termos visuais e funcionais.
Aconselho a todos os proprietários que adquiram seu futuro companheiro de maneira responsável e consciente. Dediquem parte de seu tempo para caminhadas e/ou treinamentos específicos para que possam usufruir o máximo possível do prazer em compartilhar a vivência com seu cão. Quanto mais tempo compartilhamos com nossos "amigos", maior será o retorno, e de preferiência com orientação devidamente capacitada para que possamos extrair o maior e melhor potencial do eterno companheiro de todas as horas.